Monthly Archives: March 2014

ainda sobre alienação parental

trompa ausente o estarmos-juntos se traduz em maior distância do que os dias que nos separam embora passem calados por cômodos inabitados senão pela possibilidade do vir-ser sussurros e por selos abertos através das paredes nesta cidade sou apenas um … Continue reading

Posted in versos fandangos

Sobre alienação parental e um parto interrompido

  Passei os últimos nove meses grávido. Duzentos e sessenta e nove dias. Grávido pela segunda vez da mesma filha, a filha que eu já não tinha. A filha que, na primeira gestação, me fez engordar dez quilos junto com … Continue reading

Posted in articulices caquéticas

iBang

O propósito desta dissertação é apresentar um levantamento bibliográfico dos principais autores que analisam as possíveis fronteiras de diálogo entre a evolução das tecnologias de informação entre os séculos XX e XXI, com destaque para as descobertas no campo da … Continue reading

Posted in articulices caquéticas, cadimia

63%

Eu, cowboy. Desbravando sinais fechados. Relinchando pneus a cada esquina. Tocando o terror no meu berrante. Saltando lombadas. Dando pinote em buracos. Descendo o chicote no lombo dos meus sessenta e cinco cavalos.

Posted in cowboy, inéditos

antologia de poesia brasileira

vi hoje no blog novo da Ana Guadalupe (por sinal, entrevistada pela Alice Sant’Anna na Rádio Batuta) que já foi anunciado o projeto da editora americana Scrambler, An Anthology of Contemporary Brazilian Poetry, com organização da própria Ana e do … Continue reading

Posted in participações, versos fandangos