Monthly Archives: July 2014

em construção

a casa que não construí pra mim era habitada por fantasmas aquele velho clichê mas os fantasmas que habitavam a casa que não construí pra mim não tinham correntes nem toalhas encharcadas de lençóis dormidos não pregavam os olhos pelas … Continue reading

Posted in inéditos, versos fandangos