Category Archives: cowboy

“nada de errado”

Escrito em junho de 2016, o trecho abaixo é o prólogo do meu próximo romance, ainda sem nome (carinhosamente apelidado a título provisório de Em nome da filha), que tem como temas principais a alienação parental, conceito proposto por Richard … Continue reading

Posted in all real, articulices caquéticas, blissett, cowboy, inéditos

cowboy no paginário

eis que a página-chave da correlação entre o Cowboy e meu próximo romance está exposta no mural do Paginário lá no Mirante 9 de Julho [SP]. não-morte, não-lugar. certeiro, Leonardo Villa-Forte, bem no cu da mosca. grato, meu velho.

Posted in cowboy, participações

cowboy no homo literatus

Chegar aos 30 sem a mínima ideia do que fazer com toda uma vida pela frente. Largar a faculdade de Direito e virar artista plástico. Planejar uma viagem de carro pelo continente americano com os amigos. Amar, separar, cuidar de … Continue reading

Posted in clipping, cowboy

fail again

pra quem gosta de print, recebi esse email faz sete anos. disse a três amigos cineastas na época: “vem aí nova onda reaça, bora fazer um documentário enquanto é tempo” – nunca saiu do papel (mal entrou). todavia: eu, cowboy … Continue reading

Posted in all real, articulices caquéticas, blissett, cowboy

cowboy na diversos afins

O grande Sérgio Tavares sendo o grande Sérgio Tavares nesta providencial leitura do Eu, Cowboy, resenhado pra revista Diversos Afins em site repaginado. Ishak empreende esse efeito aleatório no desenvolvimento (ou esboroamento) da narrativa, coadunando maciços de texto, diálogos longos … Continue reading

Posted in clipping, cowboy

meu amigo ermitão

Amigo meu me entregou uma carta ontem, pediu que eu a transcrevesse e a publicasse porque ele agora é ermitão e vive numa caverna sem energia nem conta bancária. Peço desculpas pelo sumiço, estava fora dando uma força amiga ao … Continue reading

Posted in all real, articulices caquéticas, blissett, cowboy, inéditos, prosa curta

cowboy no suplemento pernambuco

Nunca li David Foster Wallace. Lembro de quando Hermano apareceu com Infinite Jest debaixo do braço, aquela capa horrorosa à guisa de souvenir, outro, duas malas, mais um réveillon em Nova York com os pais. Avancei em On the road … Continue reading

Posted in articulices caquéticas, clipping, cowboy