open up and bleed

iggydo lado negro da força para… o lado negro da força? depois da dobradinha tarkin e vader (porque lorde negro que se preze jamais será coadjuvante, por mais grão que seja o moff), eis que chega o imperador em pessoa. e palpatine que me desculpe em dobro, mas: entre iggy e plagueis, ainda que com dor como se empalado pelo sabre de luz carmesim de papa skywalker, não só optei por das pragas a pior, como tive de reentronizar o pop. afinal: a galáxia, com aquele brilho todo das estrelas, é pequena perto do breu no quarto. sith nenhum mete mais medo do que o bicho papão embaixo da cama. entonces, muddafo-keeer, abre o peito e sangra. aliás: fazendo dupla no rol das bios com o nicholson. e escrita pelo paul trynka, ex-editor da mojo. só pode ser um sinal. iggy, trynka. triunvirato. bateu liga. pela aleph.

ah, sim: com direito a duas ou três páginas de autoria do cretino aqui. baita honra.

Advertisements

About caco ishak

deu pau no servidor da verbeat
This entry was posted in traduções. Bookmark the permalink.