nerval

dois poemas (e meio) inéditos, cinco no total.

aqui, na revista nerval (filhote da flaubert).

abaixo, um dos inéditos:

 

spotless

o segundo passo é sempre o mais custoso
é sempre um susto que arrasta o primeiro

às vezes, nos joga pra trás
às vezes, nos leva ao terceiro

e mesmo quando já não sobram solas
e até os calos ficaram pelo caminho

às vezes, é sempre um susto
sempre o custo de a cada segundo

ressincronizar

pra que um descompasso não bifurque
as pegadas que deixamos faz pouco

junto às lembranças
que o rastro das nossas caldas
tratou de apagar

Advertisements

About caco ishak

deu pau no servidor da verbeat
This entry was posted in inéditos, participações, versos fandangos. Bookmark the permalink.