o captain, my captain

“criam-se narrativas e não análises”, assim falou nosso nu-putschist cristovam buarque, parente do chico.

vou d’Otoni: “estar certo não vale a asa de um bicho”.

ou deMenezes: “você quer transformar seu ódio em política pública e eu quero que o meu ódio seja um crime proibido pela constituição federal.”

a guerrilha nos tempos do capitalismo punk de matt mason. todo um arsenal e-m’odelos 3D.

dia em que os alçapões do calabouço do nosso inferno astral se abriram, a exato meio caminho doutra primavera.

“ah mas teve direito de defesa.”

do que vale se defender aos três macacos sábios?

“ah mas se valeu da repressão em belo monte, já não bastasse belo monte em si”.

antes falássemos da lei antiterrorismo. o velho dilema: “se assino, traio minha pena. se não assino, terrorista sou eu”. há quem traia a si mesmo em nome de causa maior do que as offshores da família abençoadas por deus. e o que não falta é pato pra ser depenado.

não querendo dar uma de cardozo, embora: antes fossem todos como ele, e antes advogado da presidenta do que del diablo. entonces não custa repetir pela enésima vez: óbvio que o petê e todos os partidos e todos os políticos e todos os cidadãos de bem ou não devem responder por seus atos, dilma inclusa.

mas: não assim.

tampouco assado. noize depena mas não mata. marta pmdbuda? óbvio que nunca foi só pelos 20 centavos. de se questionar mais a fundo do saco preto essa falta toda de diálogo. quem mandou (s’e-m)aparelhar de mãos com poucos e bons nos dois primeiros mandatos?

taí o troco.

importa é: não é hora de conversar sobre nada disso. não mais. já foi, faz tempo. agora só o que importa é:

assim: é golpe.

e não tem conversa.

antes de dormir, lembrem-se que esse: http://www1.folha.uol.com.br/…/1770410-na-reta-final-dilma-…

…foi o último ato de dilma como (primeira e) última(o) presidenta(o) até o momento(a) democraticamente eleita(o) na tentativa de refrear isso aqui: http://www.cartacapital.com.br/…/cpi-de-crimes-ciberneticos…

e chega de mimimi franquia de dados mimimi
banda larga ilimitada pra geral que é
e tadinhas das operadoras

questão mais deep é o que nos webspera caso não tomemos a iniciativa do primeiro ato pós-golpe.

fazer diferente é: assumirmos que, como bem disse don elrodris, “nossa geração falhou”.

não, não quero ter razão, estar sempre certo em minhas análises. mas as penas dessa asa são nossas por direito e ninguém tasca.

catar dos bicho o que sobrou do milho e:

fogo na pipoca deles tudo.

(excepcionalmente hoje um pot-pourri do meu dia virado desde ontem no twitter)

Advertisements

About caco ishak

deu pau no servidor da verbeat
This entry was posted in all real, articulices caquéticas, blissett. Bookmark the permalink.